Cachorro Pode Comer Ração de Gato?

Muitas pessoas se perguntam se cachorro pode comer ração de gato, e até mesmo, se gato pode comer ração de cachorro.

Cachorro não pode comer ração de gato, pois os cães possuem necessidades nutricionais diferente dos gatos. Caso seu cachorro coma ração de gato continuamente, pode lhe causar sérios problemas de saúde, bem como provocar desnutrição severa em seu organismo. Portanto, tome muito cuidado com sua alimentação.

Cachorro Pode Comer Ração de Gato?

Só de observar esses animais de forma superficial, nós já conseguimos notar diversas diferenças, tanto nas características físicas, como no comportamento. Essas diferenças são resultado das características das famílias onde esses animais estão inseridos.

Os gatos são classificados como parte da Família “Felidae”, enquanto os cães são da Família “Canidae”. Apesar de serem considerados animais domésticos, estes animais têm pouca ou nenhuma relação genética compartilhada.

As similaridades são mantidas apenas até a classe, já que os dois são classificados como mamíferos, mas com certeza as diferenças superam as semelhanças, é por isso que os donos precisam dar atenção ao tipo de alimentação que é oferecida para cada um dos animais.

Acompanhar a alimentação dos animais é muito importante para garantir que eles estão consumindo os nutrientes necessários para se manterem saudáveis, e para evitar que eles possam consumir substâncias que são consideradas como nocivas para o organismo deles.

Sabendo disso, antes de entender se cachorro pode comer ração de gato, vamos considerar quais são as principais diferenças entre a alimentação dessas duas espécies e entender se existem riscos envolvidos.

Diferença da Alimentação de Cachorro e Gato

As pessoas muitas vezes acham a ração dos animais bem parecidas, mas a realidade é que esses alimentos são muito diferentes. Os cães e os gatos geralmente são alimentados com rações industrializadas, processadas e desidratadas, mas cada ração é feita com ingredientes específicos.

A escolha dos ingredientes para cada ração leva em consideração a estrutura metabólica de cada um dos animais, assim como seus sistemas digestivos, que guardam algumas diferenças cruciais.

Para entender melhor, vamos começar a analisar quais são as características biológicas dos cães e depois vamos entender como é a estrutura dos gatos.

Alimentação do Cachorro

Ração para Cachorro Filhote

Em sua origem, os cães são animais considerados carnívoros, principalmente em razão da estrutura orgânica destes animais.

Todo o sistema digestivo do animal indica que ele é carnívoro, principalmente quando consideramos o comprimento do intestino destes animais.

Entretanto, por conta dos anos de convivência com os seres humanos a espécie foi se adaptando para ter mais facilidade em extrair nutrientes de alguns alimentos de natureza vegetal, como algumas frutas.

Por essa razão de adaptação em convivência com os seres humanos, hoje os cães são considerados como animais carnívoros e oportunamente onívoros, já que para eles não é impossível degradar nutrientes essenciais a partir de alguns alimentos vegetais.

Vale destacar que a alimentação desses animais não deve ser confundida com a nossa alimentação.

Alguns alimentos que são consumidos pelos seres humanos podem ser altamente lesivos para os pets e isso pode acabar causando danos a saúde deles.

As rações de cachorro recebem a quantidade de proteínas ideal para que o animal possa ser bem nutrido. É por essa razão que cachorros não podem comer a comida dos gatos.É por essa razão que cachorros não podem comer a comida dos gatos.

Conforme vamos analisar mais adiante, o comportamento alimentar dos felinos é muito diferente do comportamento dos cães então a alimentação desses dois animais não deve ser a mesma em nenhuma circunstância.

Alimentação do Gato

Ração para Gato

Os gatos são animais carnívoros assim como os cães, mas a diferença é que esses animais são exclusivamente carnívoros, ou seja, a alimentação deles não pode conter vegetais já que o sistema digestivo desses animais não é capaz de metabolizar derivados de vegetais.

Diferente dos cães que podem metabolizar algumas proteínas derivadas de vegetais, os gatos não conseguem fazer isso, e por essa razão a alimentação desses animais deve ser separada da alimentação dos cães.

Se você cria os dois animais em casa precisa tomar cuidado para que o cachorro não venha a consumir a ração do gato.

Problemas relacionados à alimentação podem surgir de duas formas: sutil ou agressiva.

Quando esses animais consomem alimentação inadequada eles podem apresentar problemas imediatos ou podem começar a sofrer com problemas sutis que podem se agravar com o passar do tempo.

Os ingredientes usados para alimentação dos gatos são selecionados levando em consideração a capacidade de digestão desses animais e os nutrientes necessários para que eles possam se manter saudáveis e não venham a apresentar doenças.

Uma das maiores diferenças entre o cão e o gato está no aparelho digestivo.

Animais que são considerados onívoros, ou seja, que podem se alimentar tanto de carne como de vegetais, contém um aparelho digestivo ligeiramente maior do que o intestino de animais carnívoros, mas ainda menor que o intestino de animais herbívoros.

Analisando o intestino dos gatos, vemos que o tamanho médio do intestino desses animais varia entre 0,5m e 1,7m. Os cachorros por outro lado tem um sistema digestivo consideravelmente mais robusto, que varia entre 1,8m e 4,8m.

Essa diferença é que dá aos cães uma vantagem na capacidade de assimilar nutrientes presentes em alguns vegetais. Muito diferente dos gatos, que não tem capacidade de assimilar nenhum nutriente dentro dos vegetais.

Para facilitar a compreensão, vamos comparar os alimentos a caixas de nutrientes, o que significa que, cada alimento quando ingerido está trancado, mas o corpo tem as chaves para abrir esses alimentos e acessar os nutrientes, essas chaves são as enzimas.

Existe uma enzima específica para cada alimento.

Entretanto, diferente de nós humanos, esses animais contam com uma quantidade menor de enzimas e por isso eles precisam seguir uma dieta bem definida para evitar que tenham problemas de saúde.

É por essa razão que existem diferentes categorias de alimentos para gato e diferentes tipos de alimentos para cachorros, vamos conhecer alguns tipos e categorias de alimentos para os dois animais:

Ração para Cachorro – Tipos e Categorias

Existem diversos tipos de ração para cachorro, mas os tipos mais populares são: filhote, raças pequenas, raças grandes e adultos. Estes tipos de ração dizem respeito aos nutrientes que podem ser encontrados no alimento.

Deixo aqui um conteúdo mais completo, que vai falar tudo sobre: Melhor Ração para Cachorro.

Vale destacar que esses são apenas alguns tipos de ração para cachorro, as categorias de ração são definidas com base em critérios diferentes e não apenas com o porte ou a idade do animal.

As categorias levam em consideração fatores relacionados à qualidade dos ingredientes usados na produção.

As categorias mais populares são: básicas ou standard, premium, premium especial ou high premium e super premium (aqui temos também as low grain e grain free), além das terapêuticas, etc.

Cada uma dessas categorias é usada para determinar qualidade dos ingredientes e quantidade de nutrientes presentes na alimentação.

Caso tenha interesse em saber tudo sobre a melhor ração para seu cachorro, leia esse guia completo: Melhor Ração para Cachorro.

Ração para Gatos – Tipos e Categorias

Assim como para os cães também existem tipos e categorias diferentes de ração para os felinos, levando em consideração a idade e a quantidade de nutrientes presente na ração.

Algumas rações para gatos também são desenvolvidas para prevenir problemas de saúde comuns na espécie.

Vamos conhecer algumas das razões mais comuns oferecidas para esses animais que são: comum, premium e super premium.

Existem outras rações para gatos que são produzidas de acordo com limitações físicas ou clínicas que os animais possuam.

Problemas de Oferecer a Mesma Ração para Cães e Gatos

Já deu pra notar que a alimentação de cães e gatos é bem diferente, e que a resposta lógica para a pergunta se cachorro pode comer ração de gato, é não!

Cães e Gatos não devem ser alimentados com os mesmos produtos para evitar problemas de saúde.

Mas então surge outra pergunta: e se o cão comeu a ração do gato ou vice-versa, o que devo fazer?

Neste caso, a melhor coisa a se fazer é interromper a alimentação do animal com a ração inadequada e acompanhar o comportamento dele para verificar se existe algum problema relacionado a alimentação.

É importante verificar se o animal está tossindo, vomitando ou apresentando dores na região abdominal.

Procurar um médico veterinário é fundamental para garantir que o seu pet está bem e que a curiosidade não fez mal para a saúde dele.

Problemas de uma Nutrição Inadequada para Cães e Gatos

Os felinos precisam de atenção especial quando o assunto é alimentação, já que o aparelho digestivo desses animais é relativamente mais frágil e o tamanho e dureza dos grãos da ração de cachorro podem causar problemas digestivos.

Intestino do Cão e do Gato

Vale destacar que os gatos são propensos a apresentar problemas renais, e a alimentação inadequada para gatos pode favorecer o surgimento de pequenos cristais nos rins do seu animal.

Por isso, é importante tomar cuidado com a alimentação dos gatos.

Os cães também precisam de cuidados para que não consumam a ração de gatos.

Apesar de alguns cães apresentarem uma preferência pela ração felina, eles não devem ser alimentados com esse tipo de ração.

Os nutrientes presentes na ração de gato são incluídos com base na necessidade desses animais, e como eles são consideravelmente menores que os cachorros, eles consomem uma quantidade menor de nutrientes.

Desta maneira, se um cachorro consumir ração para gatos de forma contínua pode acabar surgindo problemas de desnutrição.

Cuidados com a Alimentação de Cães e Gatos

Para cuidar da alimentação do seu pet não basta apenas saber se cachorro pode comer ração de gato ou não.

É importante garantir que eles estejam consumindo os nutrientes necessários de acordo com a idade e o porte deles.

Muitas vezes nós compramos a ração sem analisar os valores nutricionais, mas este procedimento não é adequado.

O mais recomendado é que os donos acompanhem cuidadosamente as informações dos alimentos e petiscos que levam para seus pets.

Esta é a melhor maneira de evitar obesidade, desnutrição ou qualquer outro problema relacionado a má alimentação.

Além disso, se você cria cães e gatos juntos, precisa encontrar uma solução para evitar que eles comam a ração um do outro.

A melhor maneira de evitar que o seu cachorro coma a comida do gato é estabelecer horários diferentes para colocar a comida do gato, e o mesmo é indicado para evitar que o gato coma a comida do cachorro.

Outra estratégia é retirar de alcance as sobras de ração que eles deixam, além de servir as refeições em lugares diferentes.

Esses cuidados vão garantir que seus animais estejam sempre bem nutridos e não tenham problemas de saúde pela alimentação inadequada.

Espero que este conteúdo tenha te ajudado a compreender se cachorro pode comer ração de gato ou não.

Para saber tudo sobre a alimentação de cães, desde alimentos permitidos e proibidos, bem como quais as melhores rações, veja aqui: Alimentação Canina.